Home » » TALKSEXI COM CELAMAR MAIONE

TALKSEXI COM CELAMAR MAIONE

AppId is over the quota
AppId is over the quota
type='html'>
O SeximaginariuM fez um TalksexI com Celamar Maione, a "amiga" do cafa.Vascaína, Carioca, jornalista, escritora, trabalhou em várias rádios do Rio de Janeiro como redatora, produtora executiva e repórter. Cobriu o desfile das Escolas de Samba na Marquês de Sapucaí até o ano de 2006. Se define como um paradoxo. Apesar de adorar trabalhar no meio do "burburinho" e da bateria, ainda prefere a solidão para ler e escrever. Define-se como uma pessoa viciada em notícia. Sua Literatura mostra o "lado negativo" do ser humano, porém não gosta de conversar sobre doença e nem problema. Prefere pessoas otimistas, inteligentes, e bem humoradas. Tem quatro blogues. Dois bem freqüentados "Desabafo das Calcinhas” e "Meu Querido Amigo Cafa". Lançou em março, deste ano, seu primeiro livro de contos "Só as feias são fiéis". Quem leu, gostou.

Leo: O seu blog "Meu Querido Amigo Cafa" que foi matéria do Programa Fantástico (Rede Globo) em agosto do ano passado, surgiu por conta de uma relação que não deu certo com um homem que você acreditava ser seu amigo.
CM: Sim. Eu conheci o Cafa no curso de Letras quando tinha vinte e dois anos. Fomos colegas de turma por pouco tempo. Depois, sempre que nos reencontrávamos, ele se insinuava. Até que em 2008, como eu estava sozinha e ele também(segundo me disse), resolvi tentar uma relação menos superficial. Paguei pra ver e paguei mal. Soube mais tarde que era normal o Cafa se insinuar para todas as mulheres. Enfim, um homem fácil. Disponível.

Leo: A relação com um cafajeste... Ele é um personagem ou é de carne e osso?
CM: O Cafa se tornou uma personagem. É apenas uma personagem. Hoje é só isso.

Leo: E como reagiu seu amigo Cafa aos posts sobre vocês?
CM: Quando comecei a escrever o blogue, falei com ele e ele não se importou. Acredito que depois que apareci no Fantástico me identificando (antes eu escrevia o blogue apenas como Amiga do Cafa), ele não gostou muito, mas nunca me procurou para falar nada. E ele vai falar o quê? Eu não o identifico. Cafas hoje em dia são figurinhas fáceis. Em cada esquina podemos nos deparar com um.

Leo : E o que é um Cafa pra você ?
CM: Hummmm... Eu descrevo um em mais de cem capítulos no blogue. Você quer uma definição mais direta? Cafa é um mau caráter. Um homem dissimulado, em quem você não pode confiar nem para ser amigo. Não são transparentes e podem até, se tornar agressivos. Todas as mulheres já tiveram um Cafa na vida. Quando você se envolve com um, sabendo que ele é Cafa, é uma escolha sua. Porém, quando você se envolve com alguém, acreditando que está se envolvendo com um amigo e depois descobre que o seu suposto amigo é um Cafa, durante um tempo é duro digerir o "engodo". Depois desce pela garganta. Não há outro jeito. Seria pedir muito, que ele tivesse mais transparência e abrisse o jogo ? Ele dava a entender que queria uma relação (quando falo "relação" não falo de casamento, noivado, "please", nada disso. Falo de lealdade. Só), mas agia de outra maneira. Mas é assim mesmo, a mulher sai da história como a boboca e ingênua sonhadora e o homem como predador. Tudo fruto de uma sociedade machista. Hoje em dia é perigoso chegar "perto demais". Closer.

Leo: Gosto de entrar no Blogue da Dr. Gina (O Desabafo das Calcinhas) e fazer o contraponto. Algumas mulheres se fazem de vitima e os homens são sempre os sacanas...
CM: As mulheres são sempre vítimas (risos). Tudo o que fazem hoje, inclusive quando traem, traem porque aprenderam com os homens. Toda mulher já pegou um sacana pela frente. Arrisco dizer que, bem lá no fundo, toda mulher quer ser amada e bem “comida”. O problema é que as relações estão complicadas. O ser humano anda intolerante e egoísta. Até o sexo que deveria ser natural, virou martírio. Hoje já existe gente especializada em falar de sexo, tipo : "Salve seu casamento rebolando assim, assado..e etc e tal" Ora, me poupe. Sexo é instinto e tesão. Sem tesão não há sexo.


"Uma mulher que fugiu do destino, mas o destino a encontrou num sábado á tarde onde não existia nenhum compromisso com a lealdade"

Leo: uma amiga diz uma coisa interessante "a moça sai uma vez com o cara e no dia seguinte já esta comprando revista de vestido de noiva".
CM: É a tal da expectativa. Enquanto a menina brinca de boneca e casinha, o homem joga bola. Pra falar a verdade, exige-se muito do outro, mas dá-se muito pouco. E assim a roda vai girando. Todo mundo quer ser feliz ou “ gozar” até a última gota. Porém ninguém pensa que antes, é preciso fazer o outro feliz. Existe uma coisa que estamos esquecendo nas relações e não somente nas relações amorosas, mas nas de amizade também: Se colocar no lugar do outro. O egoísmo mascarado de individualismo é o que existe hoje. As pessoas não sabem mais o que é conquistar. Repito: Só querem gozar. Quando gozam! E de gozo em gozo o vazio aumenta.

Leo: E o livro Só as Feias São Fiéis?
C M: Vai bem. Obrigada. Risos. É um livro com 40 contos retirados da época em que eu escrevia para o Portal Comunique-se, um Portal dirigido às pessoas da área de Comunicação. São contos bem "rodriguianos". Falam de ciúme, inveja, loucura, disputas, morte, intriga e suspense. Eu retrato o lado negativo do ser humano. Sempre me atraiu como estudo e dá uma boa literatura.

Leo: E de onde vem o título do livro "Só as Feias são Fiéis"?
CM: É o título de um dos 40 contos. O título é questionador. Polêmico. Deixo para o leitor pensar.

Leo: O que Você acha desse "mundinho" dos Sexiblogues?
CM: Não existe a Revista Playboy ? Então. Temos os "Sexiblogues". Sexo dá audiência. Cada um se expressa da maneira que deseja e sabe. Sou favorável a liberdade de expressão. Quem não gosta de ver, é só não visitar. Não tenho preconceito contra nada. O que me deixa chateada é a violência, a fome, a guerra e a injustiça. Falar de sexo é saudável.


Leo: fiz um post sobre a morte dos blogues, você acha que essa mídia e mais uma "moda" que vai "passar"?
CM: Não. O que é bom fica. Tem muita coisa boa por aí. A internet oferece várias opções. Blog é mais uma. Tem para todos os gostos. A internet é uma vitrine. Uma coisa não tira o lugar da outra. Os blogs não vão acabar . Os livros também não . Viviam dizendo que o rádio acabaria e ele sobrevive até hoje. Tem pra todos .

Leo: Tem uma frase no seu blogue do CAFA, que achei instigante "Uma mulher que fugiu do destino, mas o destino a encontrou num sábado á tarde onde não existia nenhum compromisso com a lealdade”.
CM: Pois foi o que aconteceu comigo. risos. Num sábado de tarde eu tomava meu sol, quando o Cafa ressurgiu das cinzas, depois de três anos , querendo o mesmo de sempre : Tentar uma relação e/ou ir pra cama comigo, naquela de “vamos tentar pra ver como é que fica”. Eu estava carente e pensei : Por que não ? O problema é que ele não foi leal. Não sou nenhuma ingênua e também não quero me relacionar com santos, mas respeito é bom e todo mundo gosta.

Leo: vc é mais mineira que carioca
C M: Desconfiada? Não. Prudente. Mas sempre falei demais.

Leo: E a Dr Gina... O que a Celamar tem a dizer dela?
CM: É uma criação. Todo escritor tem um “alter ego”. Na verdade ela era parte de um site que eu tinha “ Mulheres Desesperadas.” O site acabou e transformei Doutora Gynalda em blogue. Aliás, antes era, Vaginalda. Tem muita mulher pedindo conselho a Doutora. Até eu preciso seguir alguns. Ela é bem descolada.

Leo: Para a Dr. Gina toda forma de sexo vale a pena?
CM: Em algum momento ela fez você acreditar que sim ? Ela é uma personagem desencanada que fala sobre sexo e relacionamento de maneira bem humorada. Sem se preocupar se vai agradar ou não.

Leo: Para terminar uma bate bola - Uma fantasia?
CM: Tomar champanhe num iate em alto mar, com um homem gostoso. Simples assim. Coisa de classe média. Risos.

Leo: uma boa transa
C M: Aquela que te deixa nas nuvens.

Leo: uma transa ruim
C M: Homem apressado, que pula as preliminares.

Leo; O que te broxa num homem?
C M: Falta de higiene. Ninguém merece homem porco.

Leo: Tipo unha comprida, falta de banho, cueca rasgada, cara q usa perfume barato.
C M: Odor nas axilas....isso..isso...ahahah ainda bem que nunca peguei coisa semelhante. Nem dá para começar nada

Leo: Um Cafa te broxa?
C M: Se ele for porco, sim. risos

Leo: Os Cafas são bons de cama?
CM: Só tive um na minha vida. Não dá para tirar só por ele. Responde a sua pergunta?

Leo: Não! Eles são bons de cama? Eu falei de sexo se o cara tem aquele algo mais aquela pegada
CM: Sim. O Cafa tinha. Mas nem só os Cafas, né ? O mínimo que se pode querer de um homem na cama é que ele saiba o que fazer para agradar uma mulher. Homens carinhosos, apaixonados, cheios de tesão, são muitas vezes, melhores do que os Cafas. Tem muito Cafa fazendo propaganda enganosa. Sintonia é o ideal.

Leo: Vc sente falta do Cafa?
CM: Não. O Cafa é passado. Mas espero que o blogue "Meu Querido Amigo Cafa" seja mais do que isso.

 
Support : Copyright © 2015. big tits butts - All Rights Reserved